Sair

No mês de julho, SJDHDS intensifica as ações de combate ao tráfico de pessoas

Nesta sexta-feira (05), tem início a programação em alusão a Campanha Internacional Coração Azul, que tem o objetivo de alertar a sociedade sobre o combate ao tráfico de pessoas. 

Este ano, a mobilização conta com uma capacitação voltada para motoristas da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) e de outros setores do Governo da Bahia, que acontece no Auditório do Instituto Anísio Teixeira(IAT), das 08h às 13h.

Nesse primeiro momento, o Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e Trabalho Escravo (NEPT/SJDHDS), articulou uma atividade para orientar os colaboradores do setor de transportes sobre Direção Defensiva e o Tráfico de Pessoas, e sobre normas internas de comunicação. As palestras serão realizadas em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Corpo de Bombeiros e equipe técnica da SJDHDS. De acordo com Admar Fontes, coordenador do NEPT, o objetivo da atividade "é qualificar melhor nossos motoristas e despertá-los para serem multiplicadores dessas informações, para que eles saibam identificar casos de exploração e saber como denunciar".

Julho dedicado ao combate ao tráfico de pessoas

O tráfico de pessoas é considerado uma das três atividades criminosas mais rentáveis, ao lado do tráfico de drogas e armas, sendo uma grave violação de direitos humanos, por isso, diversas instituições integram a mobilização promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU), e o Governo da Bahia, através da SJDHDS, intensificando ações de enfrentamento durante todo mês de julho, na capital e no interior. O público poderá conferir palestras, seminários e a exibição de filmes que narram casos de vítimas do crime que atinge mulheres, homens e crianças.

A programação também prevê abordagens no aeroporto de Salvador e terminal marítimo, iluminação especial de monumentos públicos na cor azul e uma caminhada do Cristo ao Farol da Barra, além de palestras em escolas e ações de prevenção. O ponto alto da mobilização acontece no dia 26 de julho, no Elevador Lacerda e Pelourinho, com distribuição de material educativo e conscientização da sociedade. A ação será desenvolvida em parceria com o Comitê Estadual de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (CEPETP). A iniciativa é alusiva ao Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, comemorado no dia 30 de julho.

“Temos avançado em políticas de enfrentamento a crimes de violação aos direitos humanos e este ano devido ao grande número de pessoas resgatadas do trabalho análogo a escravo no primeiro semestre, faremos atividades em parceria com os municípios com maior incidência, buscando a interiorização das ações, envolvendo toda a sociedade, pois é necessário mais conscientização e denúncias” pontua Fontes.